Vereador de Muriaé propõe lei obrigando instalação de câmeras em táxi, por causa da segurança

Um projeto de lei do vereador Professor Julio Simbra (DEM), de Muriaé, poderá levar mais segurança para taxistas e usuários do serviço na cidade da Zona da Mata de Minas Gerais. O projeto determina que os permissionários do serviço público de táxi do município deverão instalar câmeras de seguranças nos veículos no qual prestam o serviço, como também um dispositivo para armazenamento das imagens gravadas que deverão ser arquivadas por no mínimo 15 dias e juntamente com um sistema de transmissão para uma central externa e segura.

o Projeto for aprovado, os taxistas deverão custear as instalações devendo ainda fixar um adesivo informando aos passageiros, comunicando-os que o interior do veículo está sendo monitorado.

 
 


O motivo de tal projeto, que deverá ser discutido pelos vereadores, foi a morte brutal do taxista Marcelo José da Silva, de 32 anos, ocorrida na última sexta-feira (9).

“Infelizmente houve mais assassinatos de taxistas em nossa região nos últimos anos, a exemplo do crime violento contra José Ari, morto quando fazia uma corrida de Miraí a Muriaé, além do latrocínio de Othair Gomes da Silva, sub-tenente reformado que trabalhava como taxista. Essa proposta busca atenuar os riscos os quais estão sujeitos a categoria, ação esta que já vêm sendo adotada em outros municípios”, justificou o vereador Professor Julio Simbra.

A proposta foi protocolada e aguarda agora dar entrada por parte da mesa diretora, na ordem do dia, e assim apreciada pelos parlamentares.






Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *