Vasco e Ponte Preta vencem fora de casa, Botafogo empatou em Goiânia

Encerrando o domingo (23) de Campeonato Brasileiro, três jogos foram disputados nesta noite. Em Goiânia, o Botafogo visitou o Atlético-GO e empatou em 1 a 1, deixando escapar a chance de entrar no G-6. Fora de casa, a Ponte Preta bateu o Atlético-PR por 2 a 0 e subiu quatro posições. E, no Independência, o Vasco venceu o Atlético-MG por 2 a 1.

No Estádio Olímpico, o Atlético-GO iniciou o jogo contra o Botafogo criando as melhores chances, testando o goleiro Jefferson. As tentativas foram com Walter, Jorginho e Andrigo. O Alvinegro pouco criou e não levou perigo ao goleiro Klever. Na volta do intervalo, o Dragão entrou pressionando mais e, logo aos três minutos, Walter obrigou Jefferson a mergulhar para defender o chute. O time da casa seguiu arriscando, enquanto o Botafogo buscava espaços. Até que, aos 23 minutos, Gilson recebeu na esquerda, dominou e levantou para na cabeça de Vinicius Tanque fazer: 1 a 0. O Dragão respondeu aos 30. Após jogada iniciada com Paulinho, a bola passou por Jorginho e Diego Rosa até voltar para o próprio meia concluir: 1 a 1. A partida seguiu movimentada até o apito final. Com o resultado, o Botafogo perdeu a oportunidade de entrar no G-6 e permanece em sétimo lugar, agora com 24 pontos. O Atlético-GO, com nove, segue na lanterna da competição.

Jogando fora de casa, a Ponte Preta conquistou uma importante vitória e ganhou quatro posições – agora ocupa o décimo lugar, com 21 pontos. No primeiro tempo na Arena da Baixada, o Atlético-PR dominou e criou as melhores chances de marcar, mas pecou no último passe. Já a Ponte não ofereceu perigo ao goleiro Weverton. Na volta do intervalo, no entanto, Cajá pegou a bola na intermediária e enfiou para Lucca. O atacante ganhou na corrida de Thiago Heleno e, de primeira, bateu para colocar a Macaca na frente: 1 a 0. O Furacão seguiu investindo, mas não conseguiu reverter o placar. Para fechar, aos 49 minutos, Lucca cobrou pênalti e marcou o segundo da Macaca. O resultado não foi favorável ao time paranaense, que segue perto da zona de rebaixamento – é o 16º colocado, com os mesmos 17 pontos do Avaí, primeiro time dentro do Z-4.

 
 


No Independência, Atlético-MG e Vasco fizeram um primeiro tempo movimentado. Logo no início, os dois técnicos tiveram que fazer mudanças por causa de lesões. Fred, do lado atleticano, e Paulão pelo carioca. Aos 13 minutos, Escudero lançou Paulinho na área, que tocou na saída do goleiro Giovanni e colocou o Vasco na frente. Quatro minutos depois, o Galo deixou tudo igual. Yago aproveitou falha de Bruno Paulista, avançou livre e acertou belo chute: 1 a 1. Na volta do intervalo, quando o Galo pressionava mais, o Cruzmaltino chegou ao segundo gol no contra-ataque, aos 22 minutos. Guilherme arrancou pela direita e tocou para Paulinho, dominar e chutar no ângulo: 2 a 1. Com a vitória, o Vasco subiu para o oitavo lugar, com 23 pontos. O Atlético, com 20, desceu para a 13ª posição.

(*) Com informações da CBF

Compartilhe esta notícia com um amigo






Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *