Santa Maria Madalena terá programa de coleta seletiva e reciclagem

O município de Santa Maria Madalena, no Norte Fluminense, terá um programa de coleta seletiva e reciclagem. A Secretaria de Estado do Ambiente lança nesta segunda-feira (18), em Santa Maria Madalena, o Programa Ambiente Solidário Reciclagem, em parceria com a Prefeitura local.

Iniciativa da Secretaria de Estado do Ambiente, o Programa Ambiente Solidário tem por objetivo incentivar a reciclagem e gerar renda para catadores de materiais recicláveis.

O programa irá selecionar e capacitar moradores de Santa Maria Madalena para que possam atuar como agentes ambientais. Uma vez capacitados, essas pessoas estarão preparadas para fazer um diagnóstico da situação de descarte dos resíduos recicláveis na cidade para, a partir daí, elaborar um plano de ação para destinação ambientalmente adequada do lixo que pode ser reciclado.

Para isso, os agentes ambientais irão, de porta em porta, conscientizar a população sobre a importância da correta destinação de seus resíduos. Esse trabalho incluirá residências, estabelecimentos comerciais, escolas, hospitais, dentre outros.

 
 


O próximo passo será instalar ecopontos em locais estratégicos da cidade como colégios, shoppings e praças públicas onde a população poderá levar o seu lixo reciclável. Além disso, haverá um caminhão que percorrerá a cidade para coletar esse tipo de resíduo.

“O objetivo é transformar Santa Maria Madalena na cidade com maior índice de coleta seletiva e reciclagem do Estado”, disse Ricardo Alves, superintendente de Gestão de Resíduos Sólidos da Secretaria de Estado do Ambiente.

A renda obtida com a comercialização desse tipo de material será revertida para os agentes ambientais, catadores de material reciclável e instituições de caridade.

Além da coleta seletiva, a Secretaria também vai implantar nessa cidade uma Central de Compostagem. Uma composteira irá transformar lixo orgânico (como por exemplo, restos de alimentos: cascas de frutas, talos de legumes e etc) em adubo que será distribuído para pequenos agricultores, para escolas que possuem hortas, dentre outros.






Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *