Rio de Janeiro entrou em Estágio de Crise por causa das fortes chuvas nesta quinta-feira

Sirenes acionadas em 76 comunidades

Devido à chuva forte registrada na cidade, foi acionado, de forma preventiva, o Sistema de Alerta e Alarme Comunitário da Prefeitura do Rio em 76 comunidades das regiões de Jacarepaguá, Grande Tijuca e da Zona Norte. Os moradores foram orientados por agentes comunitários e da Defesa Civil Municipal a se dirigirem aos pontos de apoio. Um dos protocolos de acionamento dos equipamentos consiste no registro a partir de 55 mm de chuva em uma hora, o que pode deixar a encosta vulnerável a deslizamentos.
Antes das sirenes tocarem, as lideranças comunitárias treinadas pela Defesa Civil já haviam informado aos moradores sobre a possibilidade de evacuação assim que receberam as mensagens nos celulares que a Prefeitura do Rio disponibilizou e que compõem o sistema de alerta preventivo.

Os equipamentos funcionam nos locais apontados por mapeamento elaborado pela Geo-Rio, que identificou todas as comunidades que têm pontos com alto risco de deslizamento na cidade e integram o sistema de alerta comunitário desenvolvido pela Defesa Civil, que tem o objetivo de reforçar a atuação em casos de urgências. Todas as comunidades mapeadas contam com representantes treinados. As sirenes são acionadas caso a Defesa Civil e o Alerta Rio identifiquem que as chuvas atingiram níveis críticos, baseados nas informações coletadas no Centro de Operações Rio, que monitora a cidade 24 horas.

 
 


Entre 0h45 e 1h, houve registro de CHUVA MUITO FORTE nas estações Alto da Boa Vista (30,6mm), Tijuca/Muda (26,6mm), Tijuca (25,8mm), Grajaú (25,4mm), São cristóvão (25mm), Ilha do Governador (24,8mm), Rocinha (23,6mm), Jardim Botânico (20,4mm), Vidigal (17,8mm), Jacarepaguá/Cidade de Deus (17,4mm), Piedade (16mm), Grande Méier (14,8mm), Barra/Barrinha (14mm) e Santa Teresa (12,8mm). Nas demais, os registros foram de chuva forte, moderada e fraca.

A Prefeitura do Rio pede que a população siga as orientações dos agentes públicos. O telefone de emergência da Defesa Civil é o 199

Nas seguintes localidades, há registros de acúmulo/bolsão d’água ou mesmo pontos de alagamento. Evite trafegar nestas regiões:
15/02 – 2h07 – Av. Brasil, altura de Benfica, Caju e de Manguinhos. Via parcialmente interditada.
15/02 – 2h07 – Estrada dos Bandeirantes, altura da Merck, na Taquara. Via parcialmente interditada.
15/02 – 1h56 – Av. Ayrton Senna, altura do Makro, na Barra da Tijuca, sentido Linha Amarela. Via parcialmente interditada.
15/02 – 1h31 – Linha Amarela, sentido Barra da Tijuca, altura do Shopping Nova América, em Del Castilho, sentido Barra da Tijuca. Via interditada.
15/02 – 1h25 – Praça da Bandeira. Via interditada em ambos os sentidos.
15/02 – 1h19 – Mergulhão Billy Blanco, na Barra da Tijuca. Via interditada em ambos os sentidos.
15/02 – 1h17 – Rua Prof. Manoel de Abreu, altura da R. Felipe Camarão, na Tijuca. Via interditada em ambos os sentidos.
15/02 – 1h15 – Av. Maracanã, altura da R. Eurico Rabelo, no Maracanã. Via interditada em ambos os sentidos.
15/02 – 0h18 – Av. Ayrton Senna, altura do acesso à Linha Amarela, na Gardênia Azul, sentido Linha Amarela. Duas faixas da via estão ocupadas.
14/02 – 21:51 – Pista central da Av. Armando Lombardi, altura do nº 1100, próximo ao posto Shell, na Barra da Tijuca, sentido Recreio. Duas faixas ocupadas.






Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *