Música, Dança e Circo no Festival X Tudo esta semana em Itaperuna, Campos e Macaé

BNegão e Circo Crescer e Viver estão entre as atrações do Festival que vai até dia 02/09

A semana está recheada de atrações culturais em Campos, Macaé e Itaperuna. A nona edição do Festival X Tudo Cultural continua no interior do estado e traz diversas atrações para os teatros Firjan SESI da região. Todas têm preços populares, R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia), ou entrada franca.

Música:

Quem chega com muita música, filosofia e política aos palcos dos teatros Firjan SESI esta semana é BNegão & Seletores de Frequência. O show comemora os 15 anos do álbum “Enxugando Gelo”. Sucesso de crítica, público e vendas, o disco é referência sobre a síntese do rap com outros estilos da música negra, como: reggae dub, samba, funk, jazz, funk carioca, rock e hardcore.

O trabalho do MC surgiu da vontade de escrever coisas que não cabiam no Planet Hemp, banda em que dividia o palco com Marcelo D2. A proposta musical, que continua bem atual, é repleta de explanações sobre a realidade brasileira. No repertório estão hits da banda como “A verdadeira dança do patinho”, “V.V”, “Dorobo” e “Funk até o caroço”.

BNegão & Seletores de Frequência se apresentam em Campos no dia 17/08, às 20h. Na próxima semana é a vez de Macaé ( 23/08, às 20H) e Itaperuna, ( 25/08, às 20h) receberam a banda.

Quem volta aos palcos do X Tudo esta semana é a orquestra Cesgranrio com os convidados Nelson Sargento e Criolo. Desta vez o show é em Macaé, dia 16/08, às 20h

Nelson Sargento é um dos grandes ícones da Estação Primeira de Mangueira e o cantor paulista Criolo, em seu último álbum “Espiral da Ilusão” faz incursão no samba. Os dois artistas estabeleceram recentemente uma bela parceria e, agora, se unem à OSC em uma homenagem aos 90 anos da Mangueira. Passeando pelas obras mais representativas da escola, como “Capital do Samba”, “Alvorada” e “Exaltação à Mangueira”, o repertório inclui também músicas de importantes compositores ligados à escola, como: Cartola, Carlos Cachaça, Chico Buarque e o próprio Nelson Sargento.

Circo:

Outra atração que promete encantar o público são os jovens artistas do Rio de Janeiro que fazem parte do Circo Crescer e Viver. O Circo é uma associação que une arte e transformação social. Com quase 15 anos de atividades ininterruptas, a instituição atua nos diferentes elos da cadeia produtiva das artes circenses, investindo no desenvolvimento social e humano de crianças, jovens e adolescentes, especialmente os de comunidades populares.

As performances foram desenvolvidas no Laboratório de Criação em Artes Circenses – LabCirco. O espetáculo foi montado a partir da seleção de oito jovens circenses que participaram de um processo de criação de quatro semanas. No período, eles trocaram experiências e contaram com a orientação de grandes profissionais do circo.

O Circo Crescer e Viver se apresenta dia 17/08 em Macaé, às 20h; 18/08 em campos às 17h e 19/08,em Itaperuna, às 15h

Dança

Em Itaperuna, tem espetáculo de dança urbana. Com bom humor e leveza o espetáculo “Na Pista” da leva a Companhia Urbana de Dança de volta às suas raízes no subúrbio carioca. O espetáculo ficou na lista dos “6 mais” do jornal The New York Times, em 2014.

Ritmos e sequências coreográficas que fizeram parte da vida dos jovens da companhia inspiram este trabalho. A trilha sonora é assinada por Rodrigo Marçal.

Criada em 2005, a “Companhia Urbana de Dança” é uma das mais atuantes e potentes no Rio de Janeiro. Com direção de Sonia Destri Lie, a Cia. é formada por sete dançarinos negros, muito talentosos, que buscam na linguagem urbana e nas técnicas contemporâneas o caminho para suas criações.

A Cia. já fez longas temporadas na França, Itália e principalmente nos Estados Unidos. A companhia oferece residências nas universidades de Miami, Dartmouth, Hopkins Center, Columbia, entre outras, além de já ter participado de inúmeros festivais.

No Rio, receberam prêmios como: FADA – Festival Arte e Dança, Fomento à Cultura Carioca e Fomento Olímpico.

Sobre o festival

O Festival X-Tudo nasceu em 2010 para democratizar o acesso à cultura no estado do Rio, levando para os palcos dos Teatros Firjan SESI a diversidade cultural por meio de espetáculos de música, dança, artes plásticas, cinema, teatro, atrações para o público infantil e debates.

O projeto oferece ao público um panorama do cenário cultural da atualidade, abrindo espaço tanto para artistas já reconhecidos nacionalmente quanto para novos talentos locais. Hoje, o evento é reconhecidamente um dos grandes projetos da Firjan SESI e um dos mais atuantes no cenário artístico do estado do Rio.

A programação completa para os Teatros Firjan SESI de Campos, Itaperuna e Macaé pode ser acessada pelo site http://xtudo.firjan.com.br/x-tudo/programacao/

O Teatro SESI Itaperuna está localizado à Av. Deputado José de Cerqueira Garcia, número 883, bairro Presidente Costa e Silva. O Teatro SESI Campos fica na Av. Deputado Bartolomeu Lysandro, 862, Guarus, o Teatro SESI Macaé fica na Alameda Etelvino Gomes, 155 – Riviera Fluminense. Os ingressos já estão à venda nas bilheterias dos teatros. Pessoas com mais de 60 anos, estudantes, deficientes físicos e associados ao SESI pagam meia-entrada. Os ingressos para as atrações do SESI também podem ser adquiridas de forma online pelo site http://www.firjan.com.br/sesi/qualidade-de-vida/guia-sesi-cultural/






Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *