Fluminense conquista ótima vantagem no jogo de ida da Sul-Americana

Tricolor venceu por 4 a 0 o Universidad do Equador com direito a golaço de Wendel

O Maracanã recebeu um belo espetáculo na noite desta quinta-feira, pela segunda fase da Copa Sul-Americana, na partida entre Fluminense e Universidad do Equador. A goleada de 4 a 0, com dois gols de Henrique Dourado, um de Richarlison e o golaço de Wendel, deixou o Tricolor em ótima vantagem para o jogo de volta, que acontece no dia 26 de julho em Quito. A grande vitória do Flu foi construída com muita posse de bole e troca de passes no meio de campo, além da boa movimentação pelas pontas.

Em noite inspirada, o Fluminense se impôs dentro de casa e pode até perder por 3 gols no Equador que garante vaga para a próxima fase da competição. Agora, o time do técnico Abel Braga volta as atenções para o Campeonato Brasileiro, quando enfrenta a Chapecoense na próxima segunda-feira, 3 de julho, no Giulite Coutinho. O Tricolor ocupa a oitava posição da tabela de classificação com 15 pontos.

PRIMEIRO TEMPO

O Fluminense dominou a primeira etapa. Aos 6 minutos, Scarpa lançou para Calazans que saiu na cara do gol, mas o goleiro se adiantou ao lance. Logo depois, bola levantada na área, Henrique Dourado chutou cruzado e por muito pouco, não abriu o placar no Maracanã. Aos 20 minutos, Calazans roubou a bola do adversário e entregou para Léo que cruzou na medida para Richarlison, mas o juíz invalidou o lance. Grande oportunidade de Scarpa aos 22, em belo chute de fora da área, que passou raspando a trave. Na sequência, bola rebatida na pequena área e Dourado quase marcou. Mas o Ceifador não desperdiçou a chance seguinte e aos 26, colocou o Flu na frente. 1 a 0! E a comemoração foi em dobro. Aos 28 minutos, o goleiro rebateu chute de Dourado e a bola sobrou para Richarlison ampliar. Disputa de bola na pequena área, o jogador equatoriano tocou com a mão e o árbitro marcou pênalti para o Flu aos 44. Ceifador cobrou e fez 3 a 0.

 
 


SEGUNDO TEMPO

O Flu manteve a posse de bola na segunda etapa e logo no recomeço do jogo, teve ótima oportunidade na escapada de Scarpa pelo meio, deixando a bola para Dourado, que bateu em cima do goleiro aos 2 minutos. Aos 9, num lance lindo de fora da área, Wendel acertou um golaço e aumentou a goleada tricolor, 4 a 0! Toque de Scarpa em Richarlison aos 14, mas o goleiro defendeu. Aos 26, Calazans achou Léo livre, mas o juís marcou impedimento. Scarpa roubou a bola e foi até a linha de fundo, cruzou para Pedro que bateu rasteiro aos 31. Na sequência, cobrança de escanteio, Pedro escorou de cabeça para fora. Bola rebatida na área e a sobra ficou nos pés de Wellington Silva, que chutou raspando a trave aos 39.

FICHA TÉCNICA

Fluminense
Júlio César; Lucas, Reginaldo, Henrique e Léo (Wellington Silva); Orejuela, Wendel (Luquinhas), Gustavo Scarpa e Marcos Calazans; Henrique Dourado (Pedro) e Richarlison.
Técnico: Abel Braga

Universidad Quito
Galíndez (Mosquera); Andrés López, Carabalí, Obando e Gustavo Cortez; Wilmer Godoy, Gil Romero e Defederico; Jordy Caicedo (Martínez), Jhon Cifuentes e Patta (Preciado).
Técnico: Jorge Célico

(*) Com informações do FFC

Compartilhe esta notícia com um amigo






Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *