Em Miracema, polícia prende vereador suspeito de ter praticado assalto à mão armada

Investigações que levaram à Operação Ficha Limpa apontam que ele participou de dois assaltos.

O vereador Guillerni Ribeiro de Camargo, o Guigui (MDB), foi preso na manhã desta quarta-feira (31) em uma operação da Polícia Civil e do Ministério Público do Estado do Rio (MPRJ). Ele é suspeito de ter cometido pelo menos dois assaltos à mão armada.

Segundo a Polícia Civil, as investigações dos crimes cometidos este ano levaram à Operação Ficha Limpa. Durante o cumprimento do mandado de prisão contra o vereador, os agentes encontraram munições de uso restrito com o suspeito.

 
 


Ainda de acordo com a Civil, um suspeito de tráfico de drogas também foi preso na operação.

O vereador foi encaminhado para a 137ª Delegacia Legal de Miracema e será levado para o Presídio Carlos Tinoco da Fonseca, em Campos dos Goytacazes.

Em entrevista ao RJ1, a advogada do político informou que vai buscar as informações sobre o processo e que o vereador está tranquilo. Sobre as munições, a advogada disse que Guilherni faz parte de um clube de tiro.

(*) Com informações do G1






Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *