Em Itaperuna, Operação ‘Gólgota II’ é deflagrada com dezenas de mandados de prisão cumpridos

Em Itaperuna no Noroeste Fluminense, Polícias Civil e Militar buscam cumprir 47 mandados de prisão, e 47 de busca e apreensão em conjunto com o Ministério Público do Rio de Janeiro, na “Operação Gólgota II” deflagrada no início da manhã desta terça-feira (04), até o momento Dezenove mandados já foram cumpridos. A ação começou com a prisão da fisiculturista Iara Silva detida no Bairro Cachambi, na Zona Norte do Rio de Janeiro. Segundo a Polícia Civil, ela tinha envolvimento com o chefe do tráfico em Itaperuna e se tornou fornecedora de drogas da região.

Na maior cidade do Noroeste Fluminense, a operação Gólgota II atua em cerca de seis pontos. A polícia utiliza até mesmo cães farejadores estão participando da operação. A ação é uma continuação das investigações do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) do MPRJ que também levaram à prisão de 11 pessoas em 2014 na Operação Gólgota.

 
 


Em 2014 a Promotoria de Investigação Penal de Itaperuna, denunciou a quadrilha, que segundo o MPRJ, construiu “uma verdadeira estrutura empresarial, tendo como foco a divisão, ainda que flexível, de tarefas, em que cada membro desempenhava uma função essencial para o sucesso da empreitada”, formando assim uma empresa do tráfico.

As equipes compostas por mais de 100 policiais, reuniram nas ainda pela madrugada no Centro de Convenções da UNIG, para receberem todas as informações da operação que iniciou às 6h00. Os detidos e os materiais apreendidos estão sendo encaminhados para a 143ª DP, a Delegacia Legal de Itaperuna.

(*) Com informações do Portal Gospel Itaperuna






Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *