Dois menores apreendidos e outros seis homens presos por envolvimento na chacina de Pádua

Seguiram nesta terça-feira (08), para o sistema prisional, seis dos oito acusados de participação na chacina do último domingo (06), na zona rural de Santo Antônio de Pádua, na qual quatro homens foram mortos a tiros e tiveram seus corpos carbonizados. Dois adolescentes seguem apreendidos, aguardando decisão da justiça.

Horas depois do crime, após perseguição, militares do 36º BPM conseguiram interceptar já no território de São José de Ubá, além do menor de 14 anos, Marlon Vítor Avelas Evaristo, de 19 anos e Gilcimar Almeida da Silva, de 28, este último, contra quem havia em aberto pelo menos seis mandados de prisão, expedidos pela Comarca de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, onde ele respondia pelos crimes de assalto, além de roubo de cargas.

Nesta segunda-feira (07), foram presos outro adolescente, de 15 anos, além Guilherme de Oliveira Silva Pinto, de 18; Kainan Ribeiro Albernaz, de 20; Elberson Éder de Azevedo Pessoa, de 35, além de Rondinelly de Souza Ventura, de 19.

 
 


Três revolveres, possivelmente utilizados na execução e que estavam enterrados em uma área de mata no local conhecido como “Morro da Bomba”, serão submetidos a exame de balística, para confrontar com os projéteis retirados dos corpos das vítimas, que seriam dissidentes de uma facção criminosa e teriam sido atraídas para a emboscada sob a promessa que participariam de uma reunião para acertar as diferenças.

Três veículos, dois carros e uma moto, além de celulares, também estão apreendidos e passarão por perícia. Os suspeitos responderão por homicídio qualificado, associação ao tráfico e organização criminosa armada.

(*) Com informações da Rádio Natividade FM






Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *