Acidente Aéreo: Avião com a equipe da Chapecoense cai na Colômbia 75 pessoas morreram

Avião com a equipe da Chapecoense cai na Colômbia

Avião com a equipe da Chapecoense cai na Colômbia

O avião que transportava a equipe brasileira da Chapecoense, de Santa Catarina, caiu em Antioquia, na Colômbia, na madrugada desta terça-feira (29/11), informou o Aeroporto José María Córdova, de Rionegro. O time seguia para Medellin, onde iria disputar nesta quarta-feira (30) a primeira partida da final da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional da Colômbia. A informação que 75 pessoas morreram e que 6 haviam sido socorridas, uma morreu seguindo para o hospital.

Dentre os sobreviventes estavam o lateral Alan Ruschel, que chegou a unidade de saúde consciente, mas em choque, Neto e os goleiros Danilo e Follmann. Danilo morreu após dar entrada no hospital.

Os jogadores da equipe de Santa Catarina são os goleiros Danilo e Follmann (sobrevivente); os laterais Gimenez, Dener, Alan Ruschel (sobrevivente) e Caramelo; os zagueiros: Marcelo, Filipe Machado, Thiego e Neto (sobrevivente); os volantes: Josimar, Gil, Sérgio Manoel e Matheus Biteco; os meias Cleber Santana e Arthur Maia; e os atacantes: Kempes, Ananias, Lucas Gomes, Tiaguinho, Bruno Rangel e Canela.

Luciano Buligon, prefeito de Chapecó informou ao Bom dia Brasil/Bom Dia São Paulo que estaria no voo.

– Nós estávamos previstos para estar nesse voo. Inicialmente a gente iria num voo fretado, mas a ANAC não liberou e nós optamos por ir em voo regular hoje de tarde. Mas voltaríamos nesse voo (que caiu). Esse avião deve um pedido indeferido, porque há um acordo internacional que quando há fretamento de equipes brasileiros só podem ser feito por aviões dos países de origem e destino, disse o prefeito de Chapecó.

O ex-jogador Mario Sergio, comentarista do canal FoxSports, também está entre as vítimas, segundo o Bom Dia Brasil. Victorino Chermont companheiro do mesmo canal também estava no voo.

Equipes de jornalistas do Globo Esporte e da RBS também viajavam no mesmo avião.

De acordo com uma postagem no Twitter do aeroporto, a aeronave, com matrícula CP 2933, caiu na região da província de Antioquia. No avião havia 81 pessoas a bordo – setenta e dois passageiros e nove tripulantes. Ainda não há registros oficiais dos nomes das vítimas e sobreviventes. O aeroporto acompanha a situação no Twitter e diz que as condições climáticas dificultam o acesso ao local da queda, que só pode ser feito por terra. Equipes de resgate estão no local.





No texto divulgado no Twitter, o aeroporto informou que a torre de controle recebeu às 22h [hora de Bogotá] comunicado do piloto de que o avião, da empresa Lamia Corporation, procedente de Santa Cruz de la Sierra, estava em situação de emergência, entre o município de La Ceja e La Unión, com falhas elétricas.

Imediatamente, foram mobilizados o Comitê Operativo de Emergência, com a presença de funcionários da prefeitura de Rionegro, da Polícia Aeroportuária, Força Aérea Colombiana, de bombeiros e autoridades.

acidente-com-aviao-da-chapecoense-na-colombia

Nota oficial da CBF

A CBF manifesta a sua consternação com as notícias que chegam da Colômbia, dando conta de um acidente com o avião que transportava a delegação da Chapecoense, jornalistas e convidados, a caminho do primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana.

Estamos em contato com a Conmebol, autoridades locais e representantes do clube em busca de mais informações, antes de quaisquer possíveis medidas quanto ao andamento do futebol brasileiro.

Desde já, manifestamos a nossa solidariedade e direcionamos nossas orações aos passageiros e tripulantes do voo.

#ForçaChape

A Confederação Sul-Americana de Futebol confirma que foi notificada pelas autoridades colombianas de que o avião que levava o time da Chapecoense rumo a Medellín para a final da Copa Sul-Americana sofreu um acidente na chegada à Colômbia. A decisão foi suspensa pela entidade.

A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), a Associação Nacional de Editores de Revistas (Aner) e a Associação Nacional de Jornais (ANJ) divulgaram nota de pesar pela tragédia.

A Federação Nacional das Empresas de Rádio e Televisão (Fenaert) também divulgou nota de pesar manifestando solidariedade às famílias e amigos das vítimas e lamentando a enorme perda para o futebol e a imprensa nacional.

Em comunicado, a FOX Sports Latin America expressa “o mais profundo pesar” pelo acidente aéreo ocorrido hoje. “Em meio a uma profunda tristeza e consternação pelo ocorrido, estamos atentos a todas as informações que surgem minuto a minuto, o [canal] FOX Sports se solidariza e acompanha as famílias dos nossos profissionais e colegas do FOX Sports Brasil, dos jogadores do clube Chapecoense e daqueles que perderam suas vidas nesta tragédia para a comunidade do futebol latino-americano”, diz o canal. A TV Globo também manifestou solidariedade aos parentes das vítimas do acidente aéreo.

Veja a lista dos profissionais de imprensa que estavam no voo:

Victorino Chermont (Fox Sports)
Rodrigo Gonçalves (Fox Sports)
Devair Paschoalon (Fox Sports)
Lilacio Júnior (Fox Sports)
Paulo Clement
Mario Sergio Paiva
Guilher Marques (TV Globo)
Ari Júnior (TV Globo)
Guilherme Laars (TV Globo)
Giovane Klein (RBS)
Bruno Silva (RBS)
Djalma Neto (RBS)
Adré Podiacki (RBS)
Laion Espindula (Globoesporte.com)
Rafael Henzel
Renan Agnolin
Fernando Schardong
Edson Ebeliny
Gelson Galiotto
Douglas Dorneles
Jacir Biavatti
Deva Pascovicci (Fox Sports)

(*) Com informações da Agência Brasil com edição da Rádio Itaperuna Gospel FM

Leia Mais Notícias Clicando Aqui

black-friday-eletromania-itaperuna

seminario-teologico-vestibular

Compartilhe esta notícia com um amigo






Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *